O TEMPO COMO SUBSTANCIALIDADE DO TRABALHO: O TEMPO INDUSTRIAL E O TEMPO DE TRABALHO.

Autores

  • Cássio Adriano Braz de Aquino

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i1.6677

Resumo

O propósito desse artigo é discutir a importância da articulação das categorias tempo e trabalho, partindo da idéia de que as transformações do mundo do trabalho podem ser pensadas como transformações na estrutura temporal do trabalho. Tendo como referencial teórico as teorias dos tempos sociais e a concepção de tempo dominante, analisamos a perfeita aliança entre o tempo industrial e o ordenamento social, que coloca o trabalho como a atividade social central da organização da temporalidade social da modernidade. O tempo permanece como substancialidade do trabalho e constitui um elemento privilegiado de estudo do mundo laboral

Biografia do Autor

Cássio Adriano Braz de Aquino

Professor do Departamento de Psicologia da UFC. Doutor em Psicologia Social pela Universidad Complutense de Madrid.

Downloads

Publicado

2017-03-16

Como Citar

AQUINO, Cássio Adriano Braz de. O TEMPO COMO SUBSTANCIALIDADE DO TRABALHO: O TEMPO INDUSTRIAL E O TEMPO DE TRABALHO. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 171–184, 2017. DOI: 10.29148/labor.v1i1.6677. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/6677. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)