Sintomas depressivos em idosas: conhecer para cuidar

  • Maria do Livramento Fortes Figueiredo Universidade Federal do Piauí

Abstract

O aumento na expectativa de vida associada à melhoria nas condições de saúde tem resultado na crescente e contínua elevação da população idosa na maioria das sociedades. Projeções indicam que em 2050 existirão cerca de dois bilhões de idosos no mundo, sendo que grande parte destes estarão vivendo em países em desenvolvimento. O envelhecimento populacional no Brasil é um fenômeno resultante dos avanços tecnológicos em saúde, especialmente, a redução da mortalidade infantil, a diminuição da fecundidade em decorrência da introdução dos métodos contraceptivos, ampliação da cobertura vacinal, uso de antibióticos e quimioterápicos que tornaram possível a prevenção e cura de muitas doenças. Embora a velhice seja um processo universal, sua vivência apresenta uma grande diferenciação por gênero, principalmente, por existir um número maior de mulheres idosas, na medida em que o envelhecimento aumenta.
Published
2017-06-13
Section
Editorial