Depressão e estado nutricional de idosos participantes do Programa Hiperdia

  • Millena Mirelle Pereira
  • Maíra Holanda Rufino
  • Leidinar Cardoso Nascimento
  • Rivaldo Costa Macêdo
  • Rouslanny Kelly Oliveira
  • Joilane Alves Freire

Abstract


Objetivo: avaliar a relação da depressão com o estado nutricional de idosos cadastrados no Programa Hiperdia. Métodos:estudo transversal com 91 idosos, submitidos à avaliação nutricional e aplicação de questionário estruturado para a triagemde depressão, a Escala de Depressão Geriátrica. Resultados: houve prevalência de mulheres de 60 a 65 anos de idade.Observou-se depressão mínima ou moderada em 61,5% e 2,2% de depressão grave. Proporcionalmente, foram identificadosvalores elevados de circunferência da cintura (91,8%) e sobrepeso (67,6%) em idosos com depressão mínima ou moderada.Conclusão: Existe maior desequilíbrio no estado nutricional entre as mulheres, como risco de desenvolver doençacardiovascular, além de excesso de peso. Os idosos apresentaram risco a saúde, relacionados à depressão sugerindo queapesar de estarem inseridos em programa de controle de doenças crônicas, devem ser acompanhados pela equipe de saúdepara melhoria da qualidade de vida desses indivíduos.

Published
2015-11-10
Section
Research Article