Revisão bibliográfica das pesquisas sobre evasão escolar na Educação Profissional e Tecnológica no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v2i26.72033

Palavras-chave:

Evasão escolar. Educação Técnica e Tecnológica. Fatores predominantes. Fatores individuais.

Resumo

Esta pesquisa refere-se ao cenário da evasão na Rede Federal de Ensino Profissional e Tecnológico, com base na identificação de fatores predominantes, que ligados aos fatores individuais são em sua maioria responsáveis pelas ocorrências de evasão escolar. Apresenta uma revisita aos principais estudiosos da Educação Profissional e Tecnológica e somado a eles os estudos que tratam da evasão escolar nessa área em seus trabalhos científicos, teses e dissertações defendidas e publicadas entre os anos de 2011 a 2021 e disponibilizadas na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações. Metodologicamente foi realizada uma revisão bibliográfica do tema no contexto da Educação Profissional e Tecnológica no Brasil e os textos apresentados na disciplina de Bases Conceituais em EPT do Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica em Rede (ProfEPT), tratando-se de uma pesquisa qualitativa. Para análise dos dados, utilizamos a técnica de análise de conteúdo. Os dados coletados foram organizados em tabelas e gráficos e sistematizados em duas unidades de análise: contexto das pesquisas e o enforque das pesquisas, que são constituídas por três categorias assim organizadas: cronologia, geolocalização e área de conhecimento nas teses e dissertações selecionadas para este estudo. Nos resultados obtidos, constatou-se que o problema da evasão escolar requer compreendê-lo de modo mais amplo, além de uma ação pedagógica integradora e assistencial, bem como, as pesquisas sobre o tema estão concentradas na região Sudeste.

Biografia do Autor

Fabrício William da Cunha, Instituto Federal de Pernambuco - IFPE

Possui Graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Alagoas (2009), realizando pesquisa sobre os custos ambientais frente à ética e a responsabilidade social para micro e pequenas empresas. Especialista em Contabilidade, Perícia e Auditoria pela Universidade Norte do Paraná (2014), com a pesquisa acerca das demonstrações contábeis como instrumento de análise da situação econômico-financeira das empresas do setor ISE. Trabalhou como membro e secretário da Comissão Própria de Avaliação do Instituto Federal de Pernambuco (CPA/IFPE), Secretário dos Cursos Superiores de Bacharelado em Agronomia e Licenciatura em Química; Coordenador dos Registros Escolares; fez parte do colegiado do curso de bacharelado em agronomia e licenciatura em química. Bolsista Professor PRONATEC (2016), ministrando as disciplinas de Contabilidade Geral e de Custos e Noções de Gestão Financeira e atualmente, exerce atividade como colaborador técnico na Pró-reitoria de Graduação da Universidade Federal de Alagoas, exerceu recentemente, a função de Gerente de Avaliação de Cursos de Graduação e Gerente de Programas da Pró-reitoria de Graduação - PROGRAD/UFAL, acompanhando o desempenho acadêmico dos discentes, apoio administrativo aos programas da Graduação na Coordenação de Desenvolvimento Pedagógico (Monitoria, PET Sesu/MEC e Mobilidade Acadêmica). 

Adalberon Moreira de Lima Filho, Instituto Federal de Alagoas, IFAL-CAMPUS SATUBA-ALAGOAS

Doutor em Ensino de Ciências e Matemática. Mestre em Ensino de Ciências e Matemática. Especialista em Docência para o Ensino Superior; Especialista em Biologia Molecular; Graduado em Ciências Biológicas ? Licenciatura e Graduado em Pedagogia-Licenciatura. Membro do Grupo Pesquisa Formação de Professores: Políticas e Práticas desenvolve estudos e pesquisas sobre a formação de professores no âmbito das políticas e práticas para Educação Básica e Ensino Superior - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL) Docente do quadro efetivo do IFAL, com experiência no Ensino Fundamental, Ens. Médio Integrado e Ens. Superior e atuou no Gerenciamento Escolar como Diretor Adjunto, Coordenação de Ens. Médio Integrado em Agropecuária, Coordenação do Curso em Ciências Biológicas ? Licenciatura na modalidade a distância, membro do Conselho Editorial do IFAL, Gerente da área de Ciências da Natureza da Revista EDUCTE/IFAL e Coordenador de Área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência ? PIBID dos núcleos: Arapiraca, Palmeira dos Índios e Penedo. Professor credenciado permanente do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IFAL)

Referências

AZEVEDO, Márcio de A.; TAVARES, Andrezza M. B. do N.; Educação de jovens e adultos e a educação profissional no Brasil: caminhos e descaminhos no contexto da diversidade. Holos. Natal, Ano 31, v. 4. p. 107-118, 2015.
BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 3ª reimp. da 1ª edição. 2011.
BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2008]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em 06 jul. 2021.
BRASIL. Lei nº 9.394/1996, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: 20 de dezembro de 1996.
BRASIL. Ministério da Educação. Documento Orientador para a Superação da Evasão e Retenção na Rede Federal de Educação Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Brasília, DF, 2014.
DORE, Rosemary; LÜSCHER, Ana Zuleima. Permanência e evasão na educação técnica de nível médio em Minas Gerais. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 144, p. 772-789, set./dez. 2011.
FIGUEIREDO, N. G. S.; SALLES, D. M. R. Análise dos fatores geradores de evasão no curso técnico em telecomunicações do CEFET – RJ/UNED Petrópolis: uma reflexão sobre qualidade em Educação Profissional. 2014. Dissertação (Sistemas de Gestão) - Universidade Federal Fluminense Niterói, 2014.
FRIGOTTO, G. Educação e a construção democrática no Brasil: da ditadura civil-militar à ditadura do capital. In: FAVERO, O.; SEMERARO, G. (Org.). Democracia e construção do público no pensamento educacional brasileiro. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 53-67.
GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere, volume 2. Edição e tradução de Carlos Nelson Coutinho; coedição, Luiz Sérgio Henriques e Marco Aurélio Nogueira. - 2ª ed. - Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.
MOURA, Dante Henrique. Educação básica e educação profissional tecnológica: dualidade histórica e perspectivas de integração. In: 1ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA, Brasília: 2006. No prelo.
RAMOS, Marise. Concepção do ensino médio integrado. 2008. Mímeo.

Downloads

Publicado

2021-12-25

Como Citar

CUNHA, Fabrício William da; LIMA FILHO, Adalberon Moreira de. Revisão bibliográfica das pesquisas sobre evasão escolar na Educação Profissional e Tecnológica no Brasil. Revista Labor, [S. l.], v. 2, n. 26, p. 56–68, 2021. DOI: 10.29148/labor.v2i26.72033. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/72033. Acesso em: 23 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.