Panorama histórico da educação profissional no Brasil:

do cenário nacional ao contexto do estado da Bahia

Autores

  • Lilianne Borba Castro Secretaria Estadual de Educação da Bahia
  • Adenilson Souza Cunha Júnior Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i24.60072

Palavras-chave:

Educação profissional. História da educação. Políticas públicas em educação

Resumo

No Brasil, a história da educação profissional foi construída através de processos políticos e pedagógicos relacionados ao contexto de cada época, experimentando expansões e avanços devido à realidade histórico-política do país. Este artigo, parte constituinte de uma pesquisa de mestrado, objetiva apresentar uma análise panorâmica da educação profissional através da reflexão sobre o seu processo histórico no Brasil, a fim de contextualizar o estado da Bahia e mais especificamente sua rede estadual de ensino. Para tanto, ampara-se metodologicamente numa pesquisa bibliográfica, onde através da análise documental é referenciada nos principais marcos legais e também no pensamento de teóricos como Matos (2012), Lima (2015), Machado (2013), Babosa (2011), Oliveira (2011) e Santos (2015), que subsidiaram o desenvolvimento deste trabalho. Ao apresentar a evolução da educação brasileira de nível médio através da relação histórico-social estabelecida no contexto político-econômico, evidenciou-se o caráter de dualidade presente nesse cenário, que desencadeou a construção de uma educação profissional relacionada ao trabalho. No que diz respeito ao estado da Bahia, observou-se que a oferta dessa modalidade está relacionada ao processo de estruturação dado pela criação da Superintendência de Educação Profissional e implantação do Plano Estadual, fatores que possibilitaram a criação e organização de uma Rede de Ensino.

Biografia do Autor

Lilianne Borba Castro, Secretaria Estadual de Educação da Bahia

Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Especialista em Gestão da Educação Profissional (UNEB), Licenciada em Letras pela UNEB, Professora da rede pública estadual da Bahia. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa Didática, Formação e Trabalho Docente (DIFORT/CNPq). 

Adenilson Souza Cunha Júnior, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor do Departamento de Ciências Humanas, Educação e Linguagem e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Contato: adenilson.cunha@hotmail.com

Referências

BAHIA. Decreto nº 11.355 de 04 de dezembro de 2008. Dispõe sobre a instituição dos Centros Estaduais e dos Centros Territoriais de Educação Profissional no âmbito do Sistema Público Estadual de Ensino do Estado da Bahia. Palácio do Governo do Estado da Bahia, 4 dez. 2008. Disponível em: https://governo-ba.jusbrasil.com.br/legislacao/75464/decreto-11355-08


BAHIA. Plano de Educação Profissional da Bahia. Trabalho, Educação e Desenvolvimento. Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Superintendência de Educação Profissional – SUPROF, 2007.


BAHIA. Plano Plurianual – PPA 2008-2011. Estratégia de Desenvolvimento Econômico Sustentável da Bahia. Secretaria do Planejamento, 2007b. Disponível em: http://www.seplan.ba.gov.br/sgc/arquivos/20100302_110520_04_PPA_ESTRAT_DE_DESENVOLVIMENTO.pdf Acesso: dez. 2010.


BAHIA. Decreto nº 11.355/2008, publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia em 04 de dezembro de 2008.


BAHIA. Educação Profissional da. Trabalho, Educação e Desenvolvimento – Legislação Básica. 2010 – 2011.

BAHIA. Decreto nº 17.377/2017, publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia em 01 de fevereiro de 2017.


BARBOSA, Ana Carina Freire. Política pública para educação profissional na Bahia: O Plano de Educação Profissional. 164f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós Graduação em Educação. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal, 2008.


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Texto promulgado em 05 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal: Secretaria Especial de Editoração e Publicações: Subsecretaria de Edições Técnicas, 2010. Disponível em: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/508200. Acesso em: 10 dez. 2018.


BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: Acesso em: 15 jan. 2019. http://www.mec.gov.br/sef/fundef/Ftp/leg/lein9394.doc


BRASIL. Lei nº 5.692/71 de 11 de agosto de 1971b. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1º e 2º graus, e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.gov.br/legislacao/publicacoes/republica. 1971.


FONSECA, Paulo Roberto Campelo Fonseca e. A Nova Educação Profissional para o Trabalho no Brasil no Século XXI. 128f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico. Universidade Federal do Maranhão. São Luís, 2015.

LESSA, José Silva. Uma resenha histórica: da escola do mingau ao complexo integrado de educação tecnológica. Salvador, CCS/CEFET-BA, 2002.

LIMA, Erika Roberta Silva de. Ensino médio e educação profissional no brasil: um estudo exploratório das políticas educacionais (1990- 2010). 152f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós Graduação em Educação Profissional. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Natal, 2015.


MACHADO, Macio Nunes. Política Pública de Educação Profissional da Bahia. 140f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós Graduação em Educação e Contemporaneidade. Universidade do Estado da Bahia, Salvador, 2013.


MATOS, Eduardo Guedes de. Uma análise da educação profissional de nível médio no Brasil. 151f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós Graduação em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais. Escola Nacional de Ciências Estatísticas, Rio de Janeiro, 2012.


OLIVEIRA, Lisiane Weber de. Os desafios da educação profissional diante das mudanças no mundo do trabalho: uma análise dos cursos subsequentes do centro estadual de educação profissional da Bahia. 233f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pesquisa e Pós Graduação em Educação. Universidade Federal da Bahia, 2011.


OLIVEIRA, Lia Maria Teixeira de; SOARES, Ana Maria Dantas. Ensino técnico agropecuário e formação de professores: "novas" perspectivas ou uma velha receita? In: Congresso Brasileiro de História da Educação, II, 2002, Natal. Disponível em http://www.sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe2/pdfs/Tema3/0327.pdf Acesso em 05.12.2019.

PACHECO, E. M. et al. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia: limites e possibilidades. Linhas Críticas, vol. 16, n. 31, 2010.

RAMOS, Marise Nogueira. História e Política da Educação Profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014.

SALDANHA, Letícia de Luca Wollmann. O PRONATEC e a relação ensino médio e educação profissional. In: IX Seminário de Pesquisa da Região Sul (ANPED-SUL), 2012. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile
/1713/141. Acesso em: 10 jun. 2019.

SANFELICE, José Luís. O Manifesto dos Educadores (1959) à luz da história. Educ. Soc. [online]. 2007, vol.28, n. 99, pp. 542-557. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php? pid=S0101--3302007000200013&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em 20 de abr. de 2019.

SANTOS, S. A. dos, Implicações da reforma do estado para as políticas de formação de professores nos cursos de pedagogia. UEL, 2008. Disponível em: http://www.simposioestadopoliticas.ufu.br/imagens/anais/pdf/AC09.pdf. Acesso em 10 dez 12.

SANTOS, Aline De Oliveira Costa. Educação Profissional Integrado na Rede Pública Estadual da Bahia: desafios da construção de uma proposta de educação para classe trabalhadora. 162f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós Graduação em Educação e Contemporaneidade. Universidade Federal da Bahia, 2015.

Downloads

Publicado

2020-10-19

Como Citar

BORBA CASTRO, Lilianne; SOUZA CUNHA JÚNIOR, Adenilson. Panorama histórico da educação profissional no Brasil:: do cenário nacional ao contexto do estado da Bahia. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 24, p. 273–292, 2020. DOI: 10.29148/labor.v1i24.60072. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/60072. Acesso em: 25 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.