Contribuições da disciplina Teorias e Práticas do Ensino e Aprendizagem no processo de formação de mestrandos da Educação Profissional e Tecnológica:

aprendizagens múltiplas em cenários de pandemia

Autores

  • Mércia Freire Rocha Cordeiro Machado Instituto Federal do Paraná
  • Cristine Roberta Piassetta Xavier Instituto Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i24.60208

Palavras-chave:

Teoria e Prática do Ensino e Aprendizagem. Mestrado Profissional. Educação Profissional e Tecnológica. Espaço de Formação. ProfEPT.

Resumo

Este artigo busca analisar as percepções dos estudantes do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) quanto às contribuições da disciplina Teorias e Práticas do Ensino e Aprendizagem (TPEA) como espaço de Formação. Caracteriza-se como de abordagem qualitativa, do tipo exploratória. A coleta dos dados ocorreu por intermédio da revisão da literatura e a aplicação de questionários a 23 mestrandos. A análise dos questionários foi realizada por meio da análise de conteúdo, na perspectiva de Bardin (2011). Os procedimentos de organização dos questionários possibilitaram a identificação de duas categorias iniciais referentes as contribuições da TPEA como espaço de Formação para a EPT: i) na proposta das Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) e ii) na aprendizagem do mestrando. A experiência nos mostrou que a proposta pedagógica teve destaque em quatro princípios básicos: i) da autonomia; ii) da pesquisa; iii) da interação; e iv) da colaboração. Mediante esses princípios, promoveu-se nos mestrandos múltiplas aprendizagens: i) aprofundamento teórico; ii) a construção coletiva; iii) a reflexão crítica; e iv) a autoria e a coautoria nos envolvidos no processo. Com o processo analítico, concluímos que é necessário pluralizar e individualizar a ação mediacional, recorrendo a princípios e estratégias intervencionais, que podem ser relevantes na aprendizagem.

Biografia do Autor

Mércia Freire Rocha Cordeiro Machado, Instituto Federal do Paraná

Possui Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal do Amazonas (1990), Especialização em Formação de Professores em Educação a Distância pela Universidade Federal do Paraná (2001), Especialização em Exercício e Qualidade de Vida pela Universidade Federal do Paraná (2001), Mestrado em Educação (2011) e Doutorado em Educação (2016) pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (. Atualmente é professora do Instituto Federal do Paraná e pesquisadora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nas temáticas: educação a distância, educação profissional e tecnológica, formação de professores, mediação pedagógica e aprendizagem a distância.

Cristine Roberta Piassetta Xavier, Instituto Federal do Paraná

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2018). Mestre em Educação pela PUCPR (2009). Especialista em Educação Musical e Canto Coral pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (2003). Graduada em Licenciatura Educação Artística com Habilitação em Música pela Faculdade de Artes do Paraná (2002). Graduanda em Pedagogia pela Uninter (2020). Formada em Magistério (1993). Atualmente professora do Ensino de Arte do Instituto Federal do Paraná (IFPR) Campus Curitiba, Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfPET), Professora do Curso de Licenciatura em Pedagogia do IFPR Campus Curitiba e do Curso de Especialização em Educação Musical para a Educação Básica. Coordenadora do Grupo Artístico "Tô Dentro", projeto de extensão realizado no IFPR Campus Curitiba. Foi integrante da equipe de Artes, responsável pela área de Música, do Departamento da Educação Infantil da Prefeitura Municipal de Curitiba e foi professora da Prefeitura Municipal de Pinhais atuando na Secretaria da Cultura com oficinas de musicalização e canto-coral. Foi membro parecerista do Comitê de Pesquisa e Extensão - COPE - IFPR Curitiba. Membro do Grupo de Pesquisa Práxis Educativa: Dimensões e Processos da PUCPR. integrante da RIPEFOR: Rede Interinstitucional de Pesquisadores em Formação e Prática Docente. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Musical, atuando principalmente nos seguintes temas: Teoria e Prática do Ensino e Aprendizagem; Formação de Professores; Formação de Professores para o Ensino de Arte; Políticas educacionais para o Ensino de Arte; Educação Musical; Música na Educação Infantil; Arte/Educação e Expressões Culturais.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.
BEHRENS, Marilda Aparecida. Paradigmas da Complexidade: Metodologia de Projetos, Contratos Didáticos e Portfólios. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.
BOTO, Carlota. Educação em tempos de pandemia. Youtube, 07 de maio de 2020. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=NvWRoA09C4Q Aceso em 20 jul. 2020.
BRASIL. Portaria nº 345, que altera a Portaria nº 343, sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus – COVID-19. Ministério da Educação/Gabinete do ministro. Disponível em: <http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=603&pagina=1&data=19/03/2020&totalArquivos=1>. Acesso em: 20 mar. 2020a.
BRASIL. Portaria nº 343, que dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus – COVID-19. Ministério da Educação/Gabinete do ministro. Disponível em: <http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376>. Acesso em: 20 mar. 2020b.
BRASIL. Parecer do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Básica nº 5 de 28 de abril de 2020, que trata da Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, 01 de junho de 2020, Seção 1, Pág. 32 Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=145011-pcp005-20&category_slug=marco-2020-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 01 jul. 2020c.
CRUZ, Dulce Márcia. O Professor Midiático: a formação docente para a educação a distância no ambiente virtual da videoconferência. 2001. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.
DEWEY, John. Como pensamos. São Paulo: Cia Editora Nacional, 1997.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 13. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.
GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.
MACHADO, Lucília Regina de Souza. O desafio da formação dos professores para a EPT e PROEJA. Revista Educação & Sociedade: Campinas, v. 32, n. 116, p. 689-704, jul.-set. 2011.
MACHADO, Mércia Freire Rocha Cordeiro; URBANETZ, Sandra Terezinha; PINTO, Leandro Rafael. ProfEPT no IFPR: cenário atual, desafios e perspectivas. Revista Debates em Educação: Universidade Federal de Alagoas, v. 11, n. 25, 2019.
MOREIRA, Marco Antônio. Teorias de Aprendizagem. 2ed. São Paulo: EPU, 2011.
SILVA, Edileuza Fernandes da. Nove aulas inovadoras na universidade. Campinas (SP): Papirus, 2011.
TÉBAR, Lorenzo. O perfil do professor mediador: pedagogia da mediação. Tradução: Priscila Pereira Mota. São Paulo: Senac, 2011.
TORRES, Patrícia Lupion; IRALA, Esrom. Aprendizagem Colaborativa: teoria e prática. In: TORRES, Patrícia Lupion (Org.). Complexidade: redes e conexões na produção do conhecimento. Curitiba: SENAR - PR, 2014, p. 61-94
VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Organização didática da aula: um projeto colaborativo de ação imediata. In: ______. (Org.). Aula: gênese, dimensões, princípios e práticas. Campinas: Papirus, 2008a. p. 267-298.
ZEICHNER, Kenneth. Uma análise crítica sobre a “reflexão” como um conceito estruturante na formação docente. In: Educação e Sociedade. v. 29, n.103, 2008.
MEMORANDO CIRCULAR ProfEPT Nº 04/2020. Assunto: Deliberações do Comitê Gestor acerca do Calendário Acadêmico ProfEPT 2020-1. Em: 31 mar. 2020.

Downloads

Publicado

2020-10-19

Como Citar

MACHADO, Mércia Freire Rocha Cordeiro; XAVIER, Cristine Roberta Piassetta. Contribuições da disciplina Teorias e Práticas do Ensino e Aprendizagem no processo de formação de mestrandos da Educação Profissional e Tecnológica:: aprendizagens múltiplas em cenários de pandemia. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 24, p. 250–272, 2020. DOI: 10.29148/labor.v1i24.60208. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/60208. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.