A busca ativa como estratégia de contenção da evasão no ensino superior

Autores

  • Lilian Wrzesinski Simon Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC http://orcid.org/0000-0003-0307-4948
  • Renata Cristina da Costa Gotardo Universidade Federal do Paraná - UFPR
  • Juliana Horstmann Amorim Universidade Federal do Paraná
  • Ivonete Rossi Bautitz Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.29148/labor.v1i26.71819

Palavras-chave:

Evasão escolar. Ensino Superior. Covid-19. Busca ativa.

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar o potencial da busca ativa como estratégia de contenção da evasão no ensino superior durante a pandemia de Covid-19. Com a percepção da baixa adesão de estudantes aos ciclos acadêmicos do Ensino Remoto Emergencial (ERE), o Setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR) instituiu em março de 2021 a Comissão de Estudos e Estratégias de Contenção da Evasão no Período Pandêmico. Entre as estratégias adotadas para subsidiar a atuação dos Grupos de Trabalho criados no âmbito dessa comissão foi realizada a busca ativa dos estudantes dos cursos de graduação que não se matricularam após a retomada do calendário acadêmico de 2020. Dessa forma, por meio de uma abordagem qualitativa e emprego do método de pesquisa participante, foi possível identificar os motivos pelos quais os estudantes não renovaram seu vínculo com a universidade e tentar resgatar aqueles que perderam a conexão com o campus em função do distanciamento social, mas que não haviam tomado a decisão de abandonar o curso em definitivo. Os resultados obtidos evidenciaram a importância do fortalecimento do contato institucional direto com os estudantes para a redução dos índices de evasão. As ações propostas podem ser adaptadas e aperfeiçoadas para aplicação em outros contextos universitários.

Biografia do Autor

Lilian Wrzesinski Simon, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Doutoranda em Administração na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestra em Administração Universitária pela UFSC (2017). Especialista em Gestão Pública na Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Santa Catarina (2020). Especialista em Tecnologias de Gestão Pública e Responsabilidade Fiscal pela Escola Superior Aberta do Brasil (2016). Bacharela em Administração Pública pela UFSC (2015). Administradora na Universidade Federal do Paraná. Com experiência na área de Administração Pública, Administração Universitária, Assistência Estudantil, Gestão de Pessoas, Gestão de Materiais e Bens Patrimoniais. Pesquisadora nas áreas de Educação Superior e Educação Profissional e Tecnológica, com ênfase nos temas ingresso, permanência, evasão e diplomação.

 

Renata Cristina da Costa Gotardo, Universidade Federal do Paraná - UFPR

Mestra em Educação, Especialista em Fundamentos da Educação e Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Pedagoga na Universidade Federal do Paraná (UFPR) - Setor Palotina, vinculada à Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9839-1307

Juliana Horstmann Amorim, Universidade Federal do Paraná

Mestra em Antropologia Social pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Licenciada e Bacharel em História pela UFPR. Atua como Técnica em Assuntos Educacionais na Universidade Federal do Paraná (UFPR) - Setor Palotina.

https://orcid.org/0000-0002-3698-1344

Ivonete Rossi Bautitz, Universidade Federal do Paraná

Doutora e Mestre em Química Analítica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), com pós-doutorado pela mesma instituição. Graduada em Ciências com habilitação em Química pelas Faculdades Católicas de Palmas (FACIPAL). Professora Associada no Departamento de Engenharias e Exatas da Universidade Federal do Paraná - Setor Palotina.

https://orcid.org/0000-0003-1884-3578

Referências

ANJOS, Ana Paula Souza do Prado et al. A relação entre mobilidade discente e evasão nos cursos de graduação. Revista Educar Mais, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 373-387, 2021.
BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos; LOPES, Doraci Alves. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 16, n. 2, p. 355-374, jul. 2011.
CASTIONI, Remi, et al. Universidades federais na pandemia da Covid-19: acesso discente à internet e ensino remoto emergencial. Ensaio: aval. pol. públ. educ. v. 29 n. 111, Apr-Jun 2021.
FILIPAK, Sirley Terezinha; PACHECO, Eduardo Felipe Hennerich. A democratização do acesso à educação superior no Brasil. Revista Diálogo Educacional, vol. 17, n. 54, julho-setembro, 2017, pp. 1241-1268.
FIOR, Camila Alves; MARTINS, Maria José. A docência universitária no contexto de pandemia e o ingresso no ensino superior. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–20, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.24742. Disponível em: <https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/24742> Acesso em: 1 abr. 2021.
GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
GILIOLI, Renato de Sousa Porto. Evasão em Instituições Federais de Ensino Superior no Brasil: expansão da rede, SISU e desafios. Consultoria Legislativa, Área XV Educação, Cultura e Desporto. Câmara dos Deputados, maio de 2016. Disponível em: <https://bd.camara.leg.br/bd/handle/bdcamara/28239> Acesso em: 15 ago. 2021.
HERINGER, Rosana. Democratização da educação superior no Brasil: das metas de inclusão ao sucesso acadêmico. Revista Brasileira de Orientação Profissional, vol. 19, núm. 1, pp. 7-17, 2018.
LIMA, F. S. de; ZAGO, N. Desafios conceituais e tendências da evasão no ensino superior: a realidade de uma universidade comunitária. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 4, n. 2, p. 366–386, 2018.
LOBO, Maria Beatriz Carvalho de Mello. Panorama da evasão no ensino superior brasileiro: aspectos gerais das causas e soluções. Instituto Lobo para Desenvolvimento da Educação, da Ciência e da Tecnologia. Mogi das Cruzes, São Paulo. ABMES, Cadernos nº 25, dezembro de 2012.
MERCURI, Elizabeth Nogueira G. da Silva; POLYDORO, Soely Aparecida J. O compromisso com o curso no processo de permanência/evasão no ensino superior: algumas contribuições. In: ESTUDANTE UNIVERSITÁRIO: CARACTERÍSTICAS E EXPERIÊNCIAS DE FORMAÇÃO. Taubaté: Cabral Editora e Livraria Universitária, 2004.
OLIVEIRA, João Batista Araujo e; GOMES, Matheus; BARCELLOS, Thais. A Covid-19 e a volta às aulas: ouvindo as evidências. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, vol. 28, núm. 108, 2020. Fundação CESGRANRIO.
POLYDORO, Soely Aparecida Jorge. O trancamento de matrícula na trajetória acadêmica do universitário: condições de saída e de retorno à instituição. Tese de Doutorado. Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação, Campinas/SP, 2000.
RISTOFF, Dilvo. Democratização do campus: impacto dos programas de inclusão sobre o perfil da graduação. Cadernos do GEA, n.9, jan.-jun. 2016.
RISTOFF, Dilvo. Evasão: exclusão ou mobilidade. Florianópolis: UFSC, 1995 (MIMEO).
SENKEVICS, Adriano Souza. A expansão recente do ensino superior: cinco tendências de 1991 a 2020. Cadernos de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais: Cenários do Direito à Educação, v. 3 n. 4,p. 199-246, 2021.
SILVA, Glauco Peres da. Análise de evasão no ensino superior: uma proposta de diagnóstico de seus determinantes. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 18, n. 2, p. 311-333, jul. 2013.
SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo, et al. A evasão no Ensino Superior Brasileiro. In: Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 132, p. 641-659, set/dez. 2007.
THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 4. ed. Cortez, São Paulo, 1988.
TINTO, Vincent. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, v. 45, n. 1, 1975, p. 89-125.
TINTO, Vincent. Leaving college: rethinking the causes and cures of student attrition. 2. ed. Chicago: University of Chicago Press, 1993.
TINTO, Vincent. Classrooms as communities: exploring the educational character of student persistence. Journal of Higher Education, v. 68, n. 6, nov/dez. 1997, p. 599-623.
TONTINI, Gérson. WALTER, Silvana Anita. Pode-se identificar a propensão e reduzir a evasão de alunos? ações estratégicas e resultados táticos para instituições de ensino superior. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 19, n. 1, p. 89-110, mar. 2014.
UFPR – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ [2021a]. Portaria nº 1090/2021-SP, de 22 de março de 2021. Designa a Comissão de estudos e estratégias de contenção da evasão no período pandêmico do Setor Palotina, da Universidade Federal do Paraná. Disponível em: http://www.palotina.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2021/01/1090.2021-Comiss%C3%A3o-conte%C3%A7%C3%A3o-de-evas%C3%A3o-1.pdf Acesso em: 13 ago. 2021.
UFPR – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ [2021b]. Portaria nº 1134/2021-PL, de 13 de julho de 2021. Designa a composição do Grupo de Trabalho 5 – Estratégias para minimizar a evasão do “Projeto Estratégico para atrair e manter os Estudantes do Setor Palotina”. Disponível em: http://www.palotina.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2021/01/1134.2021-GT5.pdf Acesso em: 13 ago. 2021.
UFPR – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ [2021c]. Resolução nº 22/21-CEPE. Regulamenta as atividades de ensino do ano letivo de 2020 dos cursos de educação superior, profissional e tecnológica da UFPR, no contexto das medidas de enfrentamento da pandemia de Covid-19 no País. Disponível em: http://www.quimica.ufpr.br/paginas/graduacao/wp-content/uploads/sites/16/2021/04/resolucao-no-22-21-cepe.pdf Acesso em: 13 ago. 2021.
UFPR – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Resolução nº 59/2020-CEPE. Regulamenta, em caráter excepcional, período especial para o desenvolvimento de atividades de ensino nos cursos de educação superior, profissional e tecnológica da UFPR, no contexto das medidas de enfrentamento da pandemia de Covid-19 no País. Disponível em: http://www.soc.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2020/06/Resolu%C3%A7%C3%A3o-N%C2%BA-59-2020-CEPE.pdf Acesso em: 13 ago. 2021.
UFPR – UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. REUNI e Palotina. Notícia, 21 de maio de 2008. Disponível em: https://www.ufpr.br/portalufpr/noticias/reuni-e-palotina/ Acesso em: 13 ago. 2021.
VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 16 ed. São Paulo: Atlas, 2016.

Downloads

Publicado

2021-11-03

Como Citar

SIMON, Lilian Wrzesinski; GOTARDO, Renata Cristina da Costa; AMORIM, Juliana Horstmann; BAUTITZ, Ivonete Rossi. A busca ativa como estratégia de contenção da evasão no ensino superior. Revista Labor, [S. l.], v. 1, n. 26, p. 146–166, 2021. DOI: 10.29148/labor.v1i26.71819. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/labor/article/view/71819. Acesso em: 16 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.